O sistema respiratório é responsável pela condução do ar contendo oxigênio (O2) até os pulmões e pela eliminação do dioxido de carbono (CO2) resultante das oxidações celulares.

Sua estrutura é formada pelos pulmões e por um sistema de tubos condutores que compreende as fossas nasais, a laringe, a traquéia, os brônquios e os bronquíolos.

O processo respiratório pode ser dividido em quatro fases:

1ª – Troca gasosa com o meio externo, que ocorre nos pulmões, através de minúsculas aberturas chamadas alvéolos.

2ª – Transporte dos gases respiratórios (O2) desde os pulmões até os tecidos, e vice-versa, por meio do sangue.

3ª – Troca gasosa entre o sangue e as células, que é feita nas paredes dos capilares (porção final dos vasos sangüíneos)que se comunicam com o tecido intersticial (líquido entre as células).

4ª – Respiração celular, que consiste nos processos oxidativos intracelulares, consumindo O2 recebido pelo sangue e produzindo CO2, que é depositado na corrente sangüínea.

A respiração é um ato às vezes voluntário e às vezes involuntário. Os movimentos involuntários são automáticos e estão sob o comando do sistema nervoso central, por intermédio do bulbo, no qual o pensamento não participa. A parte voluntáriados músculos respiratórios possibilita o controle consciente dos movimentos. Desse modo, podemos intervir a qualquer momento, colocando a respiração sob o controle da vontade.

Assim, torna-se possível interromper a respiração por alguns instantes, bem como variar o ritmo respiratório, possibilitando-nos falar, comer, cantar, etc.

O ritmo respiratório reflete nosso estado emocional. Quando estamos ansiosos, a respiração é rápida e curta.

Durante um período de medo, aumentamos o intervalo respiratório.

Se estivermos apavorados, respiraremos em descompasso. 

Além de refletir a condição interior, o ritmo respiratório também influência na alteração desse estado, bastando para isso controlar a respiração e alterar seu compasso. Um bom exemplo disso é quando alguém está muito agitado ou nervoso, e lhe dizemos: “Calma, respire fundo”.

De fato, a calma advém da alteração do ritmo respiratório. Assim, portanto, quando você perceber que está ansioso, respire lenta e profundamente. Isso será de grande proveito para amenizar sua ansiedade. 

Segundo a doutrina hindu, a respiração é portadora de importante força vital, a qual chamam de “prana”. Conforme o hinduísmo, o “prana” é agregado às moléculas de oxigênio. Ao absorver o ar, somos abastecidos por essa energia que promove a vitalidade orgânica.

As técnicas respiratórias são importantes para adquirir e manter a saúde e serenidade interior. Várias filosofias orientais utilizam esses métodos e obtêm excelentes resultados.

A prática de exercícios respiratórios promove saúde e bem-estar. A respiração é um veículo de comunicação entre o mundo interno e o meio externo. Como seres humanos, trazemos em nosso ego a tendência de mergulhar no isolamento, sendo a respiração um elo de contato com o mundo externo, que impede de nos isolarmos. Ela representa uma constante sugestão de integração harmoniosa com o ambiente.

A respiração é composta de  duas etapas: inspiração e expiração. A inspiração é a absorção do oxigênio contido no ar, que é levado aos corpúsculos vermelhos contidos no sangue.

 Inspirar refere-se à sua capacidade de absorver a vida. 

A expiração promove a eliminação do gás carbônico produzido pela oxidação das células. Expirar é expelir conteúdos provenientes do interior do organismo, que são lançados no ambiente externo. Esse ato relaciona-se à sua capacidade de se expor e deixar fluir seus conteúdos interiores. É a livre expressão de si.

O processo respiratório expressa a capacidade de absorver e se expor, ao âmbito da troca, do dar e receber.

Se a pessoa lidar bem com isso em sua vida, seu sistema respiratório será saudável. Porém, se tiver uma relação problemática entre ela e o mundo, isso irá refletir nesse sistema, provocando alguma doença.

De acordo com a doença respiratória, pode-se compreender melhor as complicações internas nessa área da vida.Em geral, qualquer problema respiratório está relacionado com a dificuldade em lidar com o ambiente. Demonstra que a pessoa não está suficientemente aberta para os acontecimentos à sua volta, tão pouco sente-se livre para se expressar. Resistir ao que se passa no ambiente, bem como não ser espontâneo diante da situação, é altamente nocivo para o mecanismo respiratório.

Para amenizar os problemas respiratorios é necessario que se abra para a vida e aprenda a absorver o que está acontecendo à sua volta. Somente assim é possível se colocar na situação com a consistência interior digna de quem elaborou o que se passa e por isso pode opinar com segurança. Essa atitude, além de ser saudável para as vias respiratórias, promove o bem-estar interior e a harmonia do ambiente. 

FOSSAS NASAIS 

Primeiro contato entre o externo e o interno
Habilidade para lidar com os palpites e sugestões dos outros. 
Na visão metafísica, o ar está relacionado com as idéias a respeito de uma situação, aquilo que pensamos ou achamos acerca das coisas que estão ao redor. Refere-se às conjecturas que formulamos sobre os fatos. Quando estamos diante de um acontecimento, tiramos nossas conclusões, e, muitas vezes, essas deduções nos deixam tão apavorados que mal conseguimos lidar com os acontecimentos. Ao adotar uma óptica pessimista, fica difícil encarar arealidade. O que pensamos acerca dos acontecimentos e a maneira como acatamos os comentários influenciam o funcionamento das fossas nasais. O autoconhecimento e o respeito próprio são fatores primordiais para o equilíbrio entre o mundo interno e o meio externo, mantêm saudável a região nasal e melhoram a relação com a vida e as pessoas ao redor. 
Sua habilidade em absorver o novo e lidar com os palpites e sugestões mantém saudável essa parte do corpo.
Em oposição,  se sentir-se agredido, abalado ou preocupado em relação às opiniões dos outros acerca da vida, do futuro ou de si mesmo torna-o vulnerável às complicações nasais. Não admitir certas coisas, mas também não se desligar delas, deixa-o incomodado, é como se aquilo ficasse “registrado” na região nasal, causando uma espécie de congestionamentode idéias.
O negativismo acerca da atmosfera à sua volta é o grande vilão dos problemas das fossas nasais. 
Quando esses bloquieos se reforçam com uma contispção e atacam os olhos fazendo-os lacrimejar, siginifica necessidade de  desprendimento. Nesse caso, pode-se dizer que está eliminando a confusão interior ou aquilo que o está incomodando. Quem não se permite chorar vai acumulando emoções que podem se manifestar por meiodas vias nasais em forma congestionamento nasal .

GRIPE OU RESFRIADO

Confusão interior 
Despreparo para lidar com as mudanças. 
Falta de confiança no novo
Os casos de gripe geralmente ocorrem durante algum tipo de mudança. Podem não ser transformações significativas, basta ser uma situação inusitada, em que você se atrapalha para adaptar-se á nova dinâmica, ou ainda a simples perspectiva de mudança que o deixa amedrontado. A maior agravante nessas situações é o apego ao passado. 
Isso impede que a pessoa se dedique ao novo, permanecendo ligada às atividades corriqueiras. Esse procedimento é desgastante para o físico e o mental, causando uma baixa resistência, e conseqüentemente torna-o vulnerável ao contágio da gripe. Quando a gripe se instala em seu organismo, demonstra que você está atravessando ou acabou de passar por um período de muita confusão interior. Esse estado é um somatório de pequenas coisas com as quais você não tem habilidade para lidar.
As pessoas “gripáveis” ou constantemente afetadas pelo vírus da gripe são as que se contagiam facilmente com a negatividade alheia, gerando uma atmosfera de pessimismo e derrotismo. Seu despreparo e falta de habilidade em lidar com a situação é que as tornam vulneráveis aos outros e, consequentemente, ao contágio do vírus.
A enfermidade requer repouso. Ê a pausa de que você precisa mas não se permite dar. Só assim para você se dedicar mais a si mesmo. De outra forma, não descansaria enquanto não estivesse tudo na mais perfeita ordem. É de praxe cuidar de tudo e de todos menos de si mesmo. Agora é sua vez.
Não espere chegar a esse ponto para atender às solicitações do corpo. Respeite seus limites físicos e mentais. Saiba se desprender do velho e abraçar o novo, confiante de que será bem-sucedido.
Continue a acompanahr-nos diariamente. 

Bençãos de Luz e Amor 

Susana Osório.  

Acompanhe-nos em :

Comentários do Facebook

SUSANA OSÓRIO – CENTRO HOLÍSTICO | R. São Cristóvão 70, 4780-038 Areias, Portugal

CONTACTOS

938 658 574

252 219 235

geral@susanaosorio.pt

Rua São Cristovão n. 70, 4780-061 Santo Tirso

Consultoria Digital & Web Design por Seize Your Biz | 2020 - Susana Osório - Todos os Direitos Reservados

Susana Osório 3

Subscreva a minha Newsletter

Subscreva a minha Newsletter e seja o primeiro a saber as datas das próximas formações, eventos e todas as novidades e promoções.

Privacidade

Grata por subscreveres! Confirma, por favor, a tua subscrição no email que vais receber.

Pin It on Pinterest

X